quinta-feira, 31 de janeiro de 2013


Sua nova namoradinha - que não é veterinária - tentando te convencer de como ela AMA e ADORA e NÃO VIVE SEM animais





sábado, 26 de janeiro de 2013

HOMEM - CACHORRO



O relato que segue não busca fazer nenhum tipo de apologia a nada, bem como satirizar outras etnias nem tampouco apoiar os maus tratos de animais. Vivemos em um mundo onde diversas crenças, hábitos e estilos de vida deviam coexistir de forma pacífica. Já me adianto a afirmar que, embora os fatos aqui relatados sejam REAIS, não concluirei nada, deixarei as interpretações e julgamentos para vocês mesmos. Neste ponto apenas me permito esclarecer que se a mim tivesse sido dada a oportunidade de escolher.. a resposta de pronto, teria sido um belo NÃO, sem dúvidas!!

Tudo certo?? Vamos aos fatos:

Era mais uma manhã fodida, uma proprietária não havia me deixado dormir por causa do rim da Pinscher dela, era alguma síndrome renal que fazia a paciente oscilar entre quadros de desidratação e edema pulmonar.. Longe do “não há mais o que se fazer”, era mais uma daquelas sinucas de bico em que nós veterinários nos metemos, e onde a melhor coisa a se dizer é: “Vamos ver como ela responde”, mesmo porque SEMPRE há o que se fazer. Sim, era uma paciente terminal, e a extrema falta de recursos financeiros do proprietário, já havia feito com que detalhes indispensáveis como exames de sangue de controle e até uma diálise peritoneal, já fossem desde o início classificados como “totalmente fora de questão”. Estávamos navegando as cegas.. e eu estava cansado pra caralho

Esta noite dormi mal e ontem  também. Anteontem quase nem pude pregar os olhos, o que torna ineficaz a cochilada de três horas que eu dei anteanteontem no sofá da sala depois de mais uma discussão de relacionamento.. eu pensava nisso enquanto estacionava o carro na rua vazia.. eram umas cinco da manhã, o sol nem pensava em aparecer e eu ainda me lembrava o quão delicioso estava aquele dormir de conchinha nesse frio, até o momento que o toque irritante do tijolão vermelho se fizesse presente

Nesse ponto eu já nem sabia mais o valor da conta dela, não me lembrava de quantos atendimentos de emergência eu havia feito.. menos ainda , desses atendimentos que eu havia feito, quantos realmente eram emergência e quantos eram chilique ou frescura. Tava no automático total. Atendia o tijolão vermelho e apenas dizia sem raciocinar: “Tá.. to indo..”

Não fosse a ficha com o histórico clínico – e entenda-se como “ficha” aquele calhamaço de umas 15 folhas amassadas e grampeadas junto com um monte de notas de farmácia, cheia de rabiscos, setas, manchas de dedo sujo  e observações que só eu entendia – não seria capaz nem de dizer o que estava fazendo ali em pé aquela hora da manhã

Pra ajudar, a cachorrinha ainda tinha a mandíbula mole parecendo uma borracha, algo comum em pacientes nefropatas que, por causa de um mal funcionamento dos rins, acabam tendo problemas sérios de mineralização óssea devido a alterações no metabolismo de cálcio e fósforo. Isto se chama Hiperparatireoidismo, e deixa as extremidades ósseas muito frágeis. Então com medo de fraturar a mandíbula do bichinho, não colocavamos focinheira, ela se debatia demais e caia.. era horrível. A proprietária fingia que segurava e eu fingia que confiava, mas nas mãos já trazia as várias marcas das boas pregadas dos únicos dois caninos que ela tinha na boca

Cara, como era fodida a semana que antecedia a minha folga.. e isso estava ficando cada vez pior

Primeiro era acordar enjoado, sempre foi assim. Chegar a clinica aquele mooonte de merda e mijo, e a senhorinha da limpeza sempre atrasada. Se não houvesse ninguém esperando na porta ou se o telefone não tocasse incessantemente desde cedo, pode se preparar, por que a tarde ou a noite - senão ambas - seriam do caralho

Na época eu pretendia recuperar o corpinho que eu tinha antes da faculdade, o corpinho de quando eu capinava e fazia tudo a pé.. Eu até que havia começado bem, o ócio é o pior inimigo de uma dieta, e agora com essa correria ficaria fácil cumprir meus planos para emagrecer.

Todo gordo sabe o que é preciso para perder peso, basta tomar vergonha na cara, desencostar e quebrar o jejum prolongado.. isso foi bem até a terceira.. quarta semana.. depois passei trabalhar a manhã toda sem comer nada, devorar uma megamarmita as duas da tarde e  a noite mais um prato de mamute.. ou algo saudável como um dogão prensado.. um não, dois. Mais a coca. É, tava legal minha dieta

Certo dia esqueceram de pedir a minha megamarmita e eu como bom otário que era, ao invés de usar isso ao meu favor e tirar um horário decente de almoço, optei por comer uma esfiha em uma daquelas bodegas coreanas / chinesas / vietnamitas que haviam aos montes ao redor da clínica

A pressa e a ansiedade nunca me permitiram saborear calmamente os alimentos, mas aquilo realmente estava bom.. uma carne meio desfiada, apimentada e bem mais salgada do que de costume, cheia de temperinhos diferentes e pedacinhos bem pequenos de tomate, cebola, pimentão, hortelã e azeitona preta.. caprichado.. comi logo três e voltei pra correria

Pensei na tal da esfiha o dia todo, devia ter comido quatro.. devia ter pego mais umas duas pra comer mais tarde.. amanhã vou comer cinco!!

Continuei pensando nela a noite toda. Voltei lá no dia seguinte e só tinha uma.. a coreana / chinesa / vietnamita que atendia disse que só amanhã..

Passei a ir mais cedo na bodega, todos os dias. Estavam se acostumando com a minha presença e eu simpatizando com o jeito seco mas as vezes engraçado deles se comunicarem CACHOLO, LAÇA PÊLO COMPLIDO, VETELINÁLIO, CILUGIA, ENTLA NO CALO.. e a minha palavra preferida: ESFILA!

MAIS UMA ESFILA DOTÔR??

Comecei a exagerar, ia de manhã e as vezes ia a tarde também. As vezes a carne não estava tão boa, as vezes parecia bem normal, mas ainda assim razoável. Minha consciência começou a me atormentar e passei a consumir apenas DUAS por dia, as manhãs.. regularmente!!

Não demorou para que  isso acabasse se tornando uma agradável rotina. Era um respiro, uma pausa pra colocar a cabeça em ordem no meio daquele tumulto todo. Nada mais merecido..

De certa forma parei de seguir no automático, me sentia mais disposto, mais concentrado, dormindo melhor e acordando mais fácil.. Estava mais atento, menos distraído, mais paciente e menos inquieto

Ouvindo melhor, rindo mais e fazendo as pessoas rirem também

Todo dia eu dava um susto na tiazinha da limpeza, eu abraçava ela e saia dançando Sidney Magal “Aaaaaaaaaaaaaaaah euteamomeuamoooooooooooooour!!!”

Acho que o ponto mais alto disso tudo, foi a ultima vez em que eu estava colocando a Pinscher renal no soro. Ela estava em seus momentos finais neste mundo, a proprietária segurando e morrendo de dó, um esforço sobre - humano pra achar aquela veiazinha.. e ela se mexeu, deu uma gemida triste e doída e a tia soltou bem naquela hora que não poderia soltar. Bem naquele momento em que o catéter começa a se encher de sangue e você busca o esparadrapo pra fixar o acesso no bracinho. Aquela cachorrinha não gostava de mim, e fazia questão de deixar bem evidente a mistura de medo e ódio que ela sentia da minha pessoa

Esperei a dentada, fechei os olhos e até me encolhi, eu não poderia perder a veia fina como um fio de cabelo.. mas de repente senti aquela linguinha quente lambendo a minha mão

Ela havia feito as pazes comigo

Antes de partir para o gramado infinito..








Foram meses bons, voltei a caminhar. Estava aproveitando melhor meus momentos na bodega coreana / chinesa / vietnamita, aprendendo a comer mais devagar, absorto nos meus pensamentos, tentando encontrar algum sentido nessa estranha calmaria que havia se transformado a minha vida, e por quanto tempo mais eu ainda seria capaz de manter essa sanidade..

Um velho senhor coreano / chines / vietnamita que vivia por lá, e que no começo só me fitava de longe, vinha falar comigo e ouvir minhas histórias, e em pouquíssimas palavras sabia sintetizar sábias lições de vida. Jamais me esquecerei de um conselho dele:

"- Alê.. com mulher a gente só discute quando quer separar cara"


Aliás.. as brigas em casa continuavam, os clientes continuavam com a mesma falta de modos e meu patrão continuava testando a minha paciência, mas isso já nem me atingia mais

Aqueles momentos de reflexão, em estado semi - búdico, sentado em frente ao balcão de esfiha.. olhando todas elas juntas estavam ajudando.. mas por quanto tempo???

Coisa de gordo.. apaixonado por esfiha!!

Que fase..

Estava tudo indo bem, até o belo dia que eu me dirigia a bodega coreana / chinesa / vietnamita e vi um aglomerado de gente na porta..

Porta de ferro abaixada, polícia, uns caras mau encarados de jaleco e pranchetas.. Fodeo, baixou vigilância sanitária.. coitados dos coreanos / chineses / vietnamitas

Povo é povo, e povo sempre faz comentários.. eu ouvia e fingia um sorrisinho amarelo entre dentes, mas no fundo não queria acreditar

..e a minha espinha arrepiava, a cara formigava, a mão tremia, a perna ficava bamba e o olho se arregalava quando pensava na simples possibilidade

"Como eu não havia pensado nisso cara.."

De repente a porta se abriu, dela saiu um cara da vigilância com a maior cara de bosta que eu vi na vida.. depois saiu um policial com a cara branca, meio chorando e o cara que veio depois estava com pressa, muita pressa.. estava com a mão tapando a boca e assim que viu um espaço livre na calçada deu uma puta vomitada

As pessoas se entreolharam, achando aquilo esquisito demais, eu não era capaz de ouvir mais nada.. só observava

Em seguida saiu mais gente de jaleco, um cara maior com cara de chefão fez um sinal para que uns outros com uniformes de limpeza com luvas e máscaras entrassem.. a cena que se seguiu eu até hoje ainda não consegui esquecer

Não sei se foi por crueldade, sadismo ou piada de mau gosto mesmo, talvez por orgulho do dever cumprido, mas uma daquelas pessoas com uniforme de limpeza começou a enfileirar as cabeças de cachorro no degrau da bodega.. em sequência, uma.. duas.. três.. os olhos cinzas, a língua pra fora, as orelhas uma pra cada lado e a pele amassada do lado que ficou no chão

Pessoas gemeram urraram e vomitaram, mães afastaram e taparam os olhos das crianças, algumas simplesmente foram embora levando na mente cenas que só seriam capazes de processar mais tarde. Outras, assim como eu.. continuaram observando.. em estado de choque

De repente o cara maior com cara de chefão fez um gesto como se mandasse ele suspender o show de horrores.. a platéia não estava curtindo. Ele prontamente colocou as cabeças de vira-lata em um saco de lixo preto e jogou dentro da van de coleta de lixo biológico

Outras carcaças de cães foram retiradas, mas eu não fiquei pra ver o final do espetáculo.. fui embora.. de olhos arregalados, tremendo e com as pernas ainda bambas

Tava tonto.. tava enjoado.. encostei no muro e senti que ia desmaiar.. tentei vomitar mas não saia nada.. dei umas guspidas, mas não ajudou muito

Foi o único dia na vida em que eu não comi mais NADA

Não me recordo direito do resto do dia, mas a cara de bosta e os olhos arregalados devem ter predominado absolutas por um bom tempo. Na verdade essa cara de bosta sempre volta quando me lembro da cena.. 

Ainda sonhei e até perdi sono por causa disso por uns bons tempos.. me torturei e remoí sentimentos de ódio dentro de mim por vários meses, mas no fim entendi que a culpa não foi minha

Senti meu DNA se conectando de maneira definitiva e profunda com o daqueles animais. Uma interligação de moléculas que nunca mais sofreriam desagregação novamente. 

Não me consolou pensar que não fui o único, e não ajudou nada saber que fui enganado.. aqui dentro eu sei.. eu simplesmente fiz!! E a cada suspiro eu sinto a pulsação dos seus nobres corações constituindo cada porção de pele, sangue, porra, saliva, órgãos, ossos, nervos e gordura desse corpo que me pertence 

Tentei desabafar isso com algumas pessoas e nenhuma delas me condenou. Que os defensores do bem estar animal tenham piedade da minha alma, mas no fim superei e, como não podia deixar de ser, tem dias que tudo isso me soa até meio engraçado

Gosto de acreditar que as pessoas que cometeram tais atrocidades tenham sido punidas exemplarmente. Sei que elas devem ter sido penduradas pelo pescoço e colocadas num caldeirão fervente ainda vivas. Tenho a mais absoluta certeza que as unhas e os dentes foram arrancados com alicate e os olhos extraídos das órbitas com uma colher de sopa. Sei que as línguas foram cortadas, os membros desarticulados, as visceras expostas e um longo período de sofrimento e dor excruciante foi inflingido aos corpos semi-mortos destas pessoas.. eu sei disso tudo

Hoje me sinto capaz de descrever isso apenas tentando não ser hipócrita nem desonesto, não posso ignorar as coisas estranhas que senti

Alguns dias depois disso tudo, eu ainda não havia contado pra ninguém, apesar da notícia ter se espalhado por TODOS os jornais e canais de TV da região, e a moça que morava comigo até então, apenas estava ciente da minha fixação pela tal esfiha

Naquele dia eu cheguei em casa e um cheiro de comida estava no ar.. acredite, isso era coisa MUITO rara

Ela estava toda feliz quando tirou do forno uma travessa cheia de esfihas..

- Olha Alê, eu fui na bodega coreana / chinesa / vietnamita e ela me ensinou como faz a esfiha que você tanto gostaaa!!

Senti toda aquela tontura e mal estar novamente, senti que ia desmaiar, vomitar ou desfalecer.. mas atravessei a casa correndo e fui até o quintal..

As cachorras estavam lá.. todas elas.. vivas, inteiras, babonas e saltitantes

Vai saber né..

Eu era o homem - cachorro

Convivendo com a mulher - anta







Sempre que eu me deparo com estudantes de veterinária que odeiam pequenos animais e vangloriam o rodeio..




quinta-feira, 24 de janeiro de 2013


A cara da turma de Radiologia quando eles descobrem que cães machos tem osso peniano:








terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Minha vontade quando eu estava fazendo laudo e alguém dizia: "dotôr tem consulta!!"







..mexe com o tiozinho!!


sábado, 19 de janeiro de 2013

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

PELOS DE HUSKY

PELOS DE HUSKY

..as palavras do dia são: P E L O S  D E  H U S K Y







..pode ser de Persa também!!







Nem todo silêncio é esquecimento..






sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

MÁZOQUÊ???????


As multi expressões faciais da proprietária que diz "dinheiro não é problema, apenas SALVE O MEU BICHINHO" quando ouve o valor da conta:









quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

ETERNA DESPEDIDA


Diz um velho ditado, que se você quiser saber a definição exata do que é uma alma, basta olhar para um corpo sem ela

E foi no espelho do banheiro que eu me deparei com a cara deste corpo

Me dizendo:

"Eu sou a cara de zumbi do Alê, prestes a levar um golpe de pá, bem no meio da cara.."

Assim foram meus últimos dias de “empresário”, de dono de clínica. Vontade de dormir pelo resto da vida. É mais uma manhã.. Levanta, vai que estão sentindo minha falta, vai que estão precisando de mim.. vai que..

Achava isso aqui tão legal, antes de se tornar o mundo paralelo a tudo que eu sempre achei bacana.. o universo bizarro do soro entupido retornando sangue que eu não posso mexer, do quintal cheio de merda que eu não posso lavar, da bandeja suja de mijo que eu não posso limpar e das bolas de pelo sendo levadas pelo vento que eu não posso varrer.. É, ninguém precisa de mim por aqui mesmo

Nada fácil ver desmoronando o sonho que me tirava o sono desde criança

Não, nem precisa ficar com dózinha.. sou o responsável por tudo isso

Errei, e tentava consertar, resgatando um pouco do que eu já tinha sido. Tentava racionalizar e buscar uma explicação lógica para o ponto em que as coisas haviam chegado, embora soubesse que nada daquilo tivesse aplicação prática na lama em que eu estava patinando

Os tempos mudam e os desafios vão aumentando, ninguém é herói para sempre, chega uma hora que a cabeça se esgota e a gente não tem a MENOR IDÉIA de como proceder ou mesmo se comportar. Não dá pra estar sempre pronto pra tudo

É.. virei o vilão aqui, o cara mau humorado, o comentário sem graça, o bom dia por educação, a opinião que ninguém pediu, o “até amanhã” que ninguém faz questão..

A mão que não cura mais nada





Acho que finalmente entendi meus amigos que largam clinica geral e partem para as especialidades, para dar aulas, para vender ração, vender remédio, ou até abandonam a profissão em definitivo. 
Veterinária é uma profissão que oferece muitos caminhos, você pode satisfazer sua necessidade de salvar vidas de tantas outras maneiras, e sem que seja necessário ficar sem dormir, sem comer, sem ver seus amigos, ou segurando a vontade de ir ao banheiro em nível hard

Entendi também porque a Dra. Cuddy, para punir o Dr. House.. mandava ele pra clínica geral como forma de castigo







Estranho, nesse meio tempo em que fiquei sem clinicar, pela primeira vez, não senti saudades.. me bastavam as recordações

ALMOÇO COM LEVE ODOR DE PARVO

Deviam ser umas 16 horas, eu ainda não havia almoçado, na verdade acho que ainda estava em jejum. Sério, fome nem é tão foda quando você anda com a cabeça tão cheia e com tanta coisa urgente a ser feita, e na correria que eu andava, estava até me acostumando com isso

O boteco ao lado da clínica que vendia esfiha com carne de cachorro havia sido fechado e eu estava sendo privado dos meus momentos em estado semi-búdico que vinham me ajudando a dar uma respirada, mas isso é assunto para uma outra hora..

Enfim, eu estava anecóico de fome, e sabia que a minha marmita estava me esperando há muito tempo, mas até então eu não contava com a malemolência que eu tenho hoje, para dar minha “desaparecidinha”. Me lembro que na internação, havíamos enfileirado umas três mesas de atendimento formando uma bancada próxima a parede, onde era possível colocar uns cinco cães para tomar soro ao mesmo tempo, bastando que alguém os supervisionasse para que não pulassem, ou devorassem o equipo, já que isso seria uma perda de tempo e de material imperdoável. 

Eram os bons tempos da “parvo”.. era aquela época de calor em que as gastroenterites hemorrágicas vinham as dúzias e os procedimentos de fluidoterapia adotavam os moldes das grandes linhas de produção. Era necessário adotar uma espécie de rodizio nos cães que tomariam soro e nos funcionários que os observariam

Em primeiro lugar os filhotes, depois os adultos e na sequência os mais velhinhos. Me lembro que estava de olho em um filhotão de uns 04 meses de idade, que logo receberia alta. Ele não parava quieto na mesa e abanava aquele rabo sem parar.. ele cagando e aquela hélice distribuindo merda líquida para todo lado.. visão do inferno, fedor de arder os olhos e amargar a boca, e a minha fome se pronunciando, meu estomago ia começar a devorar os órgãos adjacentes em poucos minutos..

Gênio, joguei uma toalha em cima dele, depois outra e mais uma, terminei a medicação do cão que estava ao lado, liberando espaço na mesa de inox imunda.. pensei “10 minutos bastam” e pedi que trouxessem a minha sagrada refeição. Aquela merda liquida sanguinolenta caudalosa e com coágulos de sangue logo começou a escorrer, empapando as toalhas. Ainda segurando a marmita com uma mão joguei outra toalha por cima, o fedor tornava o ambiente insalubre.. mas aquela carne de panela tava tão boa cara.. parecendo uma manteiga, a batata desfazendo na boca..

Pois é

Tenho estomago pra isso mas não tenho estomago pra falsidade, para gente filha da puta que não me olha nos olhos. Gente que se faz de vítima, que se faz de coitadinha, mas passa o tempo conspurgando - em grupinho ainda - os detalhes da queda dos outros. Mas a gente segue né..

Segue em frente sem querer entender o por que de certas coisas. Eu renovo dia após dia a minha convicção de que não gosto de gentinha, e me orgulho cada dia mais por ser um cara de fino trato, educado e gentil, mesmo conhecendo muito bem o cheiro das solas dos sapatos desses vermes..






EMPRESA

Enfim, sempre tive em mente - de maneira bem clara - a meta / sonho / objetivo de um dia abrir o meu próprio negócio. Foi este sonho na verdade, que me ajudou a seguir em frente nos momentos de dúvida, foi a crença que me fez suportar os desafios, me tornando hábil em transformar raiva sofrimento e frustração em aprendizado. E os erros cometidos em vontade de crescer cada vez mais. Mesmo sabendo quão saturado o mercado pet está. Mesmo vendo o número de Clínicas quintuplicar nas cidades ao redor, nunca deixei de acreditar em me diferenciar do senso comum e oferecer um ‘algo mais’, mesmo que esse ‘algo mais’ fosse simpatia e vontade de trabalhar.. o que já é raro hoje em dia

Não dá pra seguir em frente apenas com fé nas estatísticas, o mercado é um sinal, e quem decide é você. A Disney não nasceu de uma demanda de mercado. As maiores bandas do planeta também não, mas de um desejo.. de SONHOS!!!

O mercado nem sempre sabe que quer ou precisa de alguma coisa antes desta coisa aparecer, como uma gilete, um band aid, um iphone, um cotonete, o Zeppelin ou os Stones!!

Trabalhar vendendo conceitos, porque os produtos ficam logo obsoletos. Fazer o público acreditar em você, ser verdadeiro, ganhar confiança e batalhar para mantê-la. Acabar com a enganação. Evoluir, não ficar preso para sempre a ideia original. A HP começou como uma humilde oficina de consertos

Produzir para os outros, aquilo que você gostaria que a sua família usasse







A gente abre uma empresa para fazer algo que não conseguiria fazer sozinho, então tem que dar importância a quem o faz junto conosco. Você passa a sentir a empresa como uma pessoa, uma coisa viva. Independente de você, ela busca o progresso, ela precisa mudar, criar, explorar, melhorar, descobrir, inventar, assim como as pessoas.. você passa a sentir o coletivo se mexendo. Inegável, uma vez que até o sócio fundador pode também acabar sendo cuspido para fora

A gestão de uma empresa é como a vida mesmo: cada vitória resulta em maiores dificuldades na fase seguinte..

Na minha clínica, ninguém precisaria almoçar com a cara na parvo – no mínimo

Mas é a vida né.. de uma maneira ou de outra as coisas vêm e vão sem depender muito da nossa vontade. Anos estudando, vendo o que funciona, o que não funciona e o que é ilusão dentro de uma empresa. Anos para construir a confiança como homem, como empresário, como patrão e como médico, mas bastam apenas segundos para perceber que não é bem assim

A gente pode perder as coisas importantes da vida mesmo fazendo tudo certinho






Como se eu tivesse feito realmente né.. ‘tudo certinho’.. ah tá!!

Errei mesmo e errei feio

Errei com as pessoas, exigi demais.. achei que teriam a mesma tolerância que eu tive, achei que engoliriam seco as desavenças, as cobranças e até as broncas em nome de algum tipo de aprendizado sei lá.. por um momento me pareceu tão óbvio pensar assim

Foi assim comigo e eu pensei que seria com todo mundo. No fim tomei tanto esporro, passei tanto nervoso, tanta humilhação, tanta D.R. tanto salário atrasado, tantas horas de sono perdida, feriados domingos e madrugadas que eu deixei de aproveitar pra quê??

Pra servir de mau exemplo né..

Vou mudar o nome do blog para “VIDA DE VETERINÁRIO – O QUE NÃO SE DEVE FAZER”

No entanto sempre acreditei que seria um preço a se pagar pelo ‘privilégio mega fodido’ de exercer a minha profissão.. sempre busquei imaginar um lugar melhor, uma situação melhor.. uma outra época, em que talvez toda essa aporrinhação trouxesse algum sentido

Já de cara afirmo que este belo dia ainda não chegou tá!!

E a seu tempo, também me dei conta do tamanho do erro em acreditar em conceitos ultrapassados como amizade, honestidade e compromisso

Fui tolo, imaturo e inocente demais para alguém da minha idade

E somado a tudo isso, o lance de clínica que já não funcionava mais como antes pra mim. Sinto que perdi a mão, que o encanto simplesmente quebrou-se.. O talento e a paciência que eram minhas principais ferramentas, foram desaparecendo lenta e progressivamente

Cliente quer / precisa / necessita de você na clinica em cinco minutos, você chega em três e ele demora QUARENTA minutos pra chegar

Negocio tava tão feio pro meu lado, que um dia ofereci água pra moça suada que entregava cartas e ela entendeu que eu a estava assediando sexualmente!!






Mas tinha que ser assim

Há o tempo certo para tudo

Tenho tentado reconstruir minha confiança quebrada nas pessoas, nas coisas grandes da vida, as que nos diferenciam do senso comum, mas leva um tempo.. Estou aqui embaixo ainda, tentando provar que o fracasso não é o oposto do sucesso.. e sim uma ponte, uma espécie de trampolin para ele

O momento é único.. Aproveite

PESSOAS

Tudo que envolve ou depende de relacionamento entre pessoas pode a qualquer momento ruir, seja um namoro, um casamento, uma amizade ou uma empresa. Pessoas tem valores, tem espírito, tem historia, nem sempre tão nobres e nem sempre tão honradas. Nunca perfeitas..e ainda assim insistem em se levar a sério demais. Pessoas se cansam, vão enjoando das coisas que conquistam e desprezam quem esteve ao lado nos momentos difíceis..

O ser humano é o único animal que faz merda, e depois distorce toda a realidade para fazer a outra pessoa se sentir culpada pelo que ele fez

Quer ser veterinário?? Quer tratar dos bichinhos?? Aprenda a lidar com pessoas viu..

O mercado veterinário hoje não está pra brincadeira não, e o ego dos senhores doutores está tornando tudo cada vez mais difícil. Vejo gente muito capacitada e disposta, mas com um ego que não cabe dentro delas

Batalhar pelo crescimento e valorização da profissão como um todo, tornando o campo profissional menos parecido com uma arena de gladiadores, onde os mais fracos são degolados e jogados aos leões. Talvez isso seja algo a se pensar






É feriado.. Final de semana prolongado, nada mais importa. É mais um daqueles dias em que as pessoas se vêem compelidas fazer qualquer coisa, consumir, parcelar, lotar as estradas, os shoppings, as praias e até os puteiros.. menos trabalhar. Todos querem esquecer por alguns dias a vida infeliz que levam nos dias úteis. Médicos Veterinários não são exceção

A cidade pequena no interior é cheia de condomínios, e nestas datas festivas recebe um número absurdo de visitantes. População elitizada, que costuma tratar bem seus animais, levando-os nas viagens e enchendo-os de mimos como banhos de ofurô e passeios no shopping em carrinhos de bebê. Seria um excelente lugar para se abrir uma clínica veterinária, claro, se já não existissem quase cinquenta estabelecimentos voltados para este segmento, disputando ferozmente o mercado de banho & tosa, venda de ração e atendimento veterinário, seja em pequenos consultórios ou em grandes hospitais em pleno funcionamento 24 horas

Não neste dia.. não naquele feriado, em que o gato de apartamento encontrou uma janela de banheiro aberta e foi sentir o ar puro da noite interiorana morna nos bigodinhos. O encantamento foi tanto que ele nem se deu conta da aproximação da SUV pilotada por um garoto de 15 anos, que precisava urgentemente comprar mais uma garrafa de vodega para continuar a sua baladinha. Ruptura de diafragma, a dispnéia, as pupilas dilatadas e os miados desesperados de dor das costelas fraturadas, abafados pela falta de ar causada pelo líquido que ia se acumulando nos pulmõezinhos






Imagino o desespero, o pânico ao não ser atendida por ninguém nos mais de trinta números de telefone em que a proprietária tentou ligar. A correria, a chave de carro que não está no lugar de sempre, o cabelo desgrenhado e a roupa de dormir que nem deu tempo de trocar. As ruas sem saída, as entradas sem retorno e mal sinalizadas que ela não conhece.. além dos carros passeando a 0,002 km/hora de quem não está com o gato morrendo no colo

Bateu em uma ou duas clínicas, inclusive nas chamadas 24 horas, não sendo atendida por nenhum plantonista. Ligou nos chamados números para atendimento emergencial sem resposta, nem ao menos uma gravação eletrônica sugerindo outro telefone

Uma simples folha de caderno presa na porta com durex escrito a caneta BIC: “Por motivo de força maior nos dias tal tal e tal não estaremos realizando atendimento emergencial, solicitamos aos clientes que encaminhem os pacientes aos cuidados do excelentíssimo Dr. Tal, no hospital tal telefone tal localizado em tal endereço” já faria toda a diferença não acha???

ESCALA DE ATENDIMENTO PARA FINAL DE ANO:

Natal: Dr Fomfas

Reveillon: Dr Muflas

Grato


Pronto gente

Um simples acordo entre homens adultos e responsáveis, cientes do papel que juraram cumprir perante a sociedade.. nada demais não é?!

Não acontece todo dia. Não acontece toda hora.. mas QUANDO acontece..

É SÓ mais um gato, SÓ mais uma morte horrorosa. SÓ uma senhora que não vai dormir por umas boas semanas, lembrando dos últimos momentos do bichinho que ela achou no ralo de esgoto naquela noite chuvosa e que por 17 anos foi a única alegria que ela teve. SÓ um pouco de dor.. SÓ mais uma pessoa a perder a fé.. deixando de acreditar

Pessoas

Cliente gosta de ver que há um clima amistoso - ao menos respeitoso - entre os profissionais de um mesmo segmento. Isso humaniza a imagem, diferencia, te torna digno de confiança. Mostra que você tem uma real preocupação de que, mesmo fora do seu alcance, o paciente terá um atendimento digno. Isso se chama responsabilidade, compromisso, maturidade, ética.. chame como quiser

A senhora que traz o gato do apartamento de São Paulo e bobeia com a janela aberta..

O pai que empresta o carrão ao filho de 15 anos..

A criança estúpida e prepotente que se acha veloz e furiosa..

..e o doutor

Aoooo doutor

Pessoas






É o patamar em que chegamos senhoras e senhores. O medo da concorrência, o pavor de perder UM cliente chegando a níveis extremos.. Deixa morrer, eutanásia escondido de madrugada se for o caso, mas não encaminha para o especialista nem fodendo

“Ah.. você levou naquela clínica né.. veesh.. aqueles caras lá só fazem merda mesmo”

"É o seguinte: eu NÃO GOSTO deste laboratório. Vai neste aqui e refaz todos esses exames de novo tá brigadum!!"

"Ahh.. paciente do Dr. Gorlas.. vamos ver que merda ele fez desta vez!!" 

Gente.. Até quando?? 








Tem um sonho? Ninguém te proíbe de batalhar por ele.. mas tudo é dinheiro.. dinheiro imposto taxa.. e mais dinheiro, infinitos dinheiros!!

A não ser que você tenha de repente a tal idéia de um milhão de dólares


..ou um milhão de idéias de 1 real. Cada uma








Pessoas que geram dívidas e dívidas que geram mais dinheiro. A razão pela qual nossa cultura está saturada por uma mídia de excesso de informação e entretenimento de todo o tipo, por todos os lados..

Todos devem estar ENTRETIDOS com algum caralho, o tempo todo

Eu me pergunto qual será o objetivo disso. O sistema educacional continua a estupidificar as gerações mais novas, suprimindo quase que totalmente o pensamento crítico e praticamente anulando a capacidade de raciocinar por elas mesmas

O mundo está se tornando tão cheio de “entretenimento” com a mídia dando tanto espaço a músicas tão escrotas, programas cada vez mais imbecis, cultuando o status das traquitanas tecnológicas, as redes sociais, as tvs de plasma, os aplicativos para celular e todo tipo de merda capaz de deixar as pessoas entretidas para que não percebam como estamos nos tornando egoístas, consumistas ..e cada vez mais solitários









Solitários e gananciosos. E não entenda por ganância o simples impulso irrefreável de possuir dinheiro e bens. Ganância também tem a ver com querer dominar as pessoas e controlar suas vidas, por puro capricho

Compramos coisas que não queremos, com dinheiro que não temos, para mostrar para pessoas que não gostamos, a pessoa que não somos

O mais triste, é o quanto isso afeta a maneira de nos relacionarmos, de assumirmos compromissos. Então trocamos de parceiro, abandonamos as antigas amizades e abandonamos nossos animais da mesma maneira que jogamos no lixo o celular, o aparelho de som ou a cadeira que deu defeito, e fica mais caro arrumar do que comprar uma nova

Isso quando quebra, afinal hoje tudo pode ser substituído pelo simples fato de se tornar obsoleto, velho ou grande demais

Isso fica bem claro quando se testemunha o frenesi que o lacinho rosa no pescoço do cãozinho provoca no proprietário.. e a vacina não

O lacinho, o comedouro rosa, a roupinha, a coleirinha com strass são o entretenimento.. encanta é legal.. é fofo!!

A vacina na época certa, o vermífugo e remédio de pulga de tempos em tempos, a OSH e os exames de rotina são a responsabilidade.. é chato, sai caro.. não é fofo.. é invisível. Claro, se tudo der certo

Se der errado chora aquele descontinho no doutor porque quem arca com esse tipo de coisa é ele não é mesmo??

Pessoas








Os Guarani – Kaiowa do feice que não ajudam a mãe a lavar a louça do almoço

Os que não trabalham e que nunca tem nenhum puto mas que amam a sexta feira

Os Jack Bauers dos dias úteis.. Os recados para as invejosas que ninguém se importa

Gente se matando pra remover o “Deus seja louvado” das notas de dinheiro

Os textões que ninguém lê.. As fotos dos seus 5 filhos.. o cachorro enforcado na árvore.. os meme do chapolin..

O tratamento de parvo a base de quiabo (socorro)


Os meninos que não podem brincar de lutinha e nem assistir o Rambo senão se tornarão "violentos"

Gente.. gente

...

Concordo que a vida por si só já é dura demais com certos ruídos, cheiros e musicas que deveríamos conseguir deletar da nossa memória

Viver é aguentar porrada da vida.. sempre foi e sempre vai ser assim

Selecione melhor as causas pelas quais vai lutar, e não entre em guerra, principalmente consigo mesmo

E tenha fé em alguma coisa, pois é preciso dela até para enxergar seus próprios demônios

A vida é cheia de surpresas

Cheia de alegria, cheia de tristeza.. algumas escolhas certas, muitas erradas

Será que a gente aprende com isso?

Ou você se lembra.. ou esquece de vez

Felicidade é se sentir bonito com a camisa pra dentro

Felicidade é chegar em casa com a comida na mesa posta pela mulher mais linda do mundo

Felicidade é momento.. e foram muitos








Curta a brisa da manhã, a tempestade e o solzinho do final da tarde

O copo d´agua da torneira e a taça de Baden Baden

A barrinha de cereal e o rodízio de pizza

Respire fundo.. aproveite fodidamente cada suspiro

E desfrute da paz de saber que um dia, tudo vai acabar

Perceba que está vivendo segundos que não retornarão jamais

Entenda que em breve tudo será saudades

A vida é uma eterna despedida








Mas a grande verdade é que certas coisas, bichinhos e pessoas simplesmente não podem ser substituídas, nem esquecidas

E que por mais que se pareça que ele tenha se transformado em pedra, a última coisa que envelhece na gente, é o coração

Digo isso porque não existe paraíso nenhum esperando por você lá em cima ou lá do outro lado

Construa o paraíso a sua volta

Valorize as pequenas conquistas.. os pequenos presentinhos do dia a dia

..e acredite no que é eterno





“Live your life filled with joy and wonder”